Vira-casaca? Diego Costa pode disputar Mundial de 2014 pela Espanha

Atacante, que está há cinco anos na Espanha, vai tirar cidadania do país. Jogador ainda não atuou em partidas oficiais pelo Brasil

O atacante brasileiro Diego Costa, que atualmente defende o Atlético de Madrid, poderá disputar a Copa do Mundo de 2014 pela Espanha. Curioso? Não. Isso porque o atleta, há cinco anos jogando no futebol espanhol, irá tirar a cidadania do país e estará liberado para atuar pela Roja na competição, caso seja convocado pelo técnico Vicente del Bosque. Diego, inclusive, já teria jurado a constituição espanhola no mês passado.

Veja Também:
- Com Maicon e Ramires, Felipão aumenta lista de 'segundas chances' na Seleção
- Ramires celebra nova chance na Seleção e espera permanecer no grupo até a Copa
- Felipão 'contraria' Marín ao convocar Ramires e diz: 'Ele não convoca


Essa 'mudança' é possível, pois a Fifa, em seu regulamento, através do capítulo VII do artigo 15, prevê que um jogador pode mudar de nacionalidade caso não tenha participado de uma partida em uma competição oficial pelo país onde nasceu. Nesse caso, como o atacante atuou pela seleção brasileira apenas no amistoso contra a Itália, o atacante pode defender a seleção espanhola.

Diego Costa chegou no Velho Continente ainda muito jovem, tanto que seu primeiro clube como profissional foi o Sporting de Braga, de Portugal. Não chegou a atuar pelo clube e foi emprestado para o Penafiel, também do país luso. De lá, seguiu para Espanha, onde foi contratado pelo Atlético de Madrid. Não sendo aproveitado na equipe, voltou para Portugal e depois retornou para a Espanha, onde defendeu o Celta de Vigo, o Albacete, o Valladolid e retornou aos Colchoneros.