Vasco encara o Goiás pelas quartas da Copa do Brasil

Em um ano de tantas dificuldades, a Copa do Brasil poderia ser a tábua de salvação para o Vasco, a chance de faturar um título de expressão nacional e de quebra conquistar uma vaga na Copa Libertadores. Mas a situação do clube cruzmaltino é tão crítica no Campeonato Brasileiro que ele não pode se dar ao luxo de se dedicar ao mata-mata. Contra o Goiás, nesta quinta-feira, às 21 horas, no estádio do Maracanã, o Vasco atuará com uma equipe reserva.

Derrotado na ida por 2 a 1, em Goiânia, o time carioca precisa vencer por 1 a 0 ou com diferença de gols superior para avançar às semifinais da Copa do Brasil. No entanto, com o rebaixamento a ameaçar seriamente os vascaínos (17.º lugar, com 33 pontos, no Brasileirão), todos os esforços estão voltados para o jogo crucial contra a Ponte Preta (19.º com 30), no domingo, em Campinas.

Além de utilizar reservas - reforçados pelo meia Juninho Pernambucano -, o técnico Dorival Júnior usará a partida contra o Goiás para fazer uma espécie de audição no gol cruzmaltino. Diogo Silva falhou nos dois gols do Botafogo, no último clássico pelo Brasileirão, e Michel Alves também falha seguidamente nas oportunidades que tem.

Com isso, Dorival Júnior vai relançar Alessandro, que iniciou a temporada como titular. Ele foi posteriormente barrado por deficiência técnica. Se tiver uma atuação segura, poderá assumir a titularidade do time principal.

Nesta quarta, no CFZ, o técnico realizou dois treinos distintos. Primeiro, comandou os reservas que serão titulares contra os goianos e deu ênfase ao posicionamento que o artilheiro adversário Walter costuma ter em campo. Depois, realizou outra atividade tática com os titulares habituais, que vão encarar uma difícil visita a Campinas na tentativa de superar a Ponte Preta, em um duelo direto contra a queda.

No Goiás, mesmo com a vantagem no confronto, o elenco quer manter o mesmo ritmo das últimas partidas, que deram uma sequência de quatro vitórias consecutivas no Brasileirão. “Não podemos apenas nos debruçar em cima do regulamento. Temos que jogar como estamos jogando, aproveitar que estamos em uma sequência muito boa. O time todo está consciente da importância da partida”, disse o goleiro Renan.

Walter, artilheiro do Goiás na Copa do Brasil com cinco gols, seguiu a mesma linha de Renan. “Nosso time vai entrar lá buscando a vitória, temos nossa maneira de jogar independente se é dentro ou fora de casa e é sempre buscando um bom resultado. Nosso grupo está muito focado em fazer um bom jogo”, afirmou.