UFC 156: Cinco brasileiros e um cinturão em disputa

LAS VEGAS - Cinco brasileiros subirão na noite deste sábado ao octógono no UFC 156, em Las Vegas. Na principal luta, o campeão dos pesos penas (até 66kg), José Aldo, terá o maior desafio da carreira. Com apenas uma derrota em 22 lutas, enfrentará Frankie Edgar, ex-campeão dos leves (até 70kg). Se superar o boxe e as quedas do adversário com sua explosão, chutes e joelhadas, confirmará as expectativas de que pode disputar a categoria acima. As lutas começam às 21h45m (de Brasília), com o card principal, à 1h.

Aldo está longe de ser a única estrela brasileira em ação. Antônio Pezão, Rogério Minotouro, Demian Maia e Gleison Tibau calçarão suas luvas. Já o ex-campeão dos pesados Júnior Cigano e o atual campeão dos médios, Anderson Silva, devem ficar de olhos abertos: a noite pode decidir futuros adversários.

Minotouro enfrenta Evans

Distante da disputa pelo cinturão, o meio-pesado (até 93kg) Rogério Minotouro vai encarar o americano Rashad Evans, ex-campeão da categoria e que, em caso de vitória, poderá receber uma proposta tentadora: descer para os pesos médios (até 84kg) e enfrentar Anderson Silva. Presidente do UFC, Dana White não diz que sim nem que não. O brasileiro, especialista em jiu-jítsu, tem um bronze no boxe no Pan de 2007 e fez treino específico para o confronto.

- Rashad é um top 5 da categoria e acredito que seja o meu maior desafio dentro do UFC - disse Minotouro.

A terceira luta mais importante será entre os pesados (até 120kg) Antônio Pezão e Alistair Overeen. Se vencer, o holandês vai encarar o campeão Cain Velasquez, algoz de Júnior Cigano. Já o paraibano sabe que precisará de novas vitórias para brigar pelo cinturão. O meio-médio (até 77kg) Demian Maia enfrentará Jon Fitch, e o leve Gleison Tibau pegará Evan Dunham.