Para Emerson Sheik, trajetória corintiana é 'exemplo para outras equipes'

Atacente acredita que outros clubes brasileiros devem se espelhar no Timão

O Corinthians teve um ano de 2012 próximo ao ideal, com as conquistas da Copa Libertadores e do Mundial de Clubes. Para um dos grandes nomes desse elenco, o atacante Emerson Sheik, os títulos de 2012 vêm de um processo que está ocorrendo desde a queda para a Série B. “Não é porque eu sou atleta do Corinthians, mas é um exemplo para todas as outras equipes de que é possível se fortalecer e buscar feitos, como o Corinthians fez”, disse o herói do Timão na Libertadores ao Yahoo! Esporte Interativo.

Veja também:
- Seleção termina ano com base encaminhada, prata olímpica e novo técnico
- Michel Alves e Thiaguinho serão apresentados no Vasco nesta sexta
- Juventus quer comprar Dória e emprestar ao Botafogo até junho

As contratações que o Corinthians busca, para a próxima temporada, também são um indicador do crescimento do clube no cenário internacional. “Essas contratações, se porventura se contretizarem, mostram mais uma vez que a instituição Corinthians vem crescendo”, explica Sheik. “Isso deixa o torcedor corintiano e o torcedor brasileiro, aquele que é apaixonado por futebol, extremamente contente de ver os clubes crescendo e se fortalecendo”, completa.

O Timão já acertou contrato com Renato Augusto, meia que atuava pelo Bayer Leverkusen, da Alemanha, e está próximo de contratar Alexandre Pato, que joga no Milan, da Itália. Outro nome que está sendo veiculado na imprensa é o do zagueiro Gil, revelado pelo Cruzeiro, que hoje está no Valenciennes, da França. Ou seja, três jovens brasileiros que estão no mercado europeu.

Sheik participou na última quinta-feira do Jogo das Estrelas, partida beneficiente promovida por Zico. O atacante marcou o primeiro gol da partida, que terminou empatadada em 4 a 4.