Pai de Neymar diz que Joia atuará na Europa em 2014 e sonha com Barça

Em entrevista ao jornal Sport, de Barcelona, Neymar da Silva admitiu saída do pupilo após o fim da Copa do Mundo

O tão cogitado momento da transferência do craque Neymar para o futebol europeu parece cada vez mais próximo de se concretizar. Em entrevista ao jornal Sport, de Barcelona, o pai do astro do futebol brasileiro confirmou que o seu pupilo deve deixar o Santos em 2014, quando chega ao fim o seu contrato.

Veja também:
- Seleção termina ano com base encaminhada, prata olímpica e novo técnico
- Michel Alves e Thiaguinho serão apresentados no Vasco nesta sexta
- Juventus quer comprar Dória e emprestar ao Botafogo até junho

- Ele tem o desejo de jogar na Europa. Reduzimos o seu contrato de 2015 para 2014, para que ele possa ir. Até a Copa do Mundo ele dará a oportunidade para o que o futebol brasileiro possa se levantar novamente - afirmou Neymar pai.

Em meio a diversas especulações e interesses de grandes clubes do Velho Continente, o pai do jogador apontou o Barcelona como o melhor destino para o seu filho. Nos últimos anos, o clube catalão tem mantido contato direto com o Santos para acertar a transferência da Joia alvinegra.

Segundo jornais espanhois, a equipe do atacante Lionel Messi já teria pago até um "sinal" aos santistas no valor de 10 milhões de euros (R$ 26,2 milhões), o que garantiria a preferência nas negociações. O acordo incluiria uma penalização no valor de 20 mi de euros, caso o Peixe resolvesse desistir do negócio e rompesse o contrato.

- Acredito que o Barça seja o melhor caminho. O futebol do Barcelona é parecido com o do Neymar. Eles fazem gols de dentro da área, como Neymar. Mas temos que esperar. Pode ser que o Barça não o queira em 2014. Como posso dizer agora que Neymar quer ir ao Barcelona? O clube também não pode dizer nada. É melhor todo mundo ficar quieto agora - completou.

A diretoria santista, por sua vez, mostra otimismo e ainda não dá como certa a saída do atacante após o Mundial no Brasil. Recentemente, o presidente Luis Alvaro disse até que sonha manter o jogador após 2014.