Em jogo polêmico, Corinthians vence e aumenta crise no Palmeiras

Com um gol de Romarinho, seu terceiro diante do rival na competição, e outro de Paulinho, o Corinthians derrotou o Palmeiras por 2 a 0 na tarde deste domingo, no Pacaembu, pelo Campeonato Brasileiro. O gol complica ainda mais a já desesperadora situação do Verdão, que fica estacionado com 20 pontos na penúltima colocação. Já o Corinthians vai a 35 pontos, e segue com tranquilidade na metade superior da tabela.

O primeiro tempo começou com muito estudo, com os rivais disputando a bola no meio de campo. Os primeiros 15 minutos não tiveram nenhuma grande oportunidade. Aos 17 minutos, o lance que daria início a uma sequência de faltas, provocações e muitos cartões: Luan invadiu a área pela esquerda e acabou caindo. O atacante não pediu pênalti, mas mesmo assim recebeu o cartão amarelo por simulação.

Pouco depois, aos 21 minutos, o Verdão recebeu um duro golpe: Douglas conseguiu bom passe para Martínez dentro da área, o argentino dividiu com a defesa mas acabou desarmado. Juninho tentou sair jogando dentro da área, mas Romarinho, esperto no lance, dominou, bateu cruzado e viu a bola beijar a trave antes de morrer nas redes. Foi o terceiro gol do atacante contra o Palmeiras no Brasileiro, dos quatro marcados por ele.

As tensões se exarcebaram quando o autor do gol celebrou na frente da torcida adversária e recebeu um cartão amarelo. Luan, que já havia sido advertido, se exaltou o recebeu uma reprimenda do árbitro. Logo depois, aos 25 minutos, o camisa 11 trombou com Guilherme Andrade, e o árbitro Marcelo Aparecido de Souza, rigoroso, mostrou o cartão vermelho, complicando de vez a situação palmeirense.

O que se seguiu foi um festival de cartões amarelos e discussoes, com a torcida exaltada arremessando objetos no gramado. Mesmo com dez jogadores, o Palmeiras não se intimidou e teve as melhores oportunidades.

Aos 28 minutos, Cássio espalmou cobrança de falta de Assunção. Aos 32, foi a vez de Barcos finalizar com perigo dentro da área. No finalzinho da primeira etapa, aos 43, mais uma bela cobrança de falta de Assunção com desvio de cabeça de Henrique, mas a bola explodiu na trave. O intervalo chegou e o Verdão se via em situação delicada.

A segunda etapa começou com a mesma dinâmica da primeira. Logo no primeiro minuto, cartão amarelo para Ralf. Aos três, Guilherme Andrade tocou para Jorge Henrique, que ajeitou para Romarinho, na cara do gol. Desta vez, o carrasco do Palmeiras pegou embaixo da bola a mandou por cima do gol.

Aos oito minutos, as esperanças palmeirenses foram praticamente extintas. Douglas recebeu em profundidade na direita e, de pé direito, cruzou na cabeça de Paulinho, que testou para as redes. 2 a 0. No desespero, o estreante Narciso promoveu as entradas e Obina e Tiago Real para tentar dar mais poder ofensivo ao time.

A missão do Verdão, entretanto, se mostraria muito difícil. Valdivia tentou aos 26 minutos, e forçou a cássio a uma bela defesa em chute de fora da área. Barcos bateu por cima, de pé esquerdo, aos 28. Aos 32, Tiago Real cruzou, Artur ajeitou e Valdivia, na cara do gol, errou a cabeçada e desperdiçou a chance. Não era dia do Palmeiras.

A última chance de ao menos marcar um gol de honra aconteceu aos 43 minutos da segunda etapa. Obina dividiu com Paulo André e cruzou da direita, a bandeira subiu e a defesa do Corinthians parou. Valdivia matou no peito, fucilou e o juiz validou, mas em conversa com o auxiliar minutos depois, assinalou falta de Obina e anulou o tento. O final de partida veio e a agonia tomou conta da torcida alviverde.

Na próxima rodada, o Palmeiras enfrenta o Figueirense, no Orlando Scarpelli, as 18h30 do sábado, em um jogo de vida ou morte. Já o Corinthians pega o Botafogo, no Engenhão, às 16h do domingo.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS 0 X 2 CORINTHIANS

Local: Pacaembu, São Paulo (SP)

Data-Hora: 16/9/2012 - 16h (de Brasília)

Árbitro: Marcelo Aparecido de Souza (SP)

Auxiliares: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Rogério Pablos Zanardo (SP)

RENDA/PÚBLICO: R$ 495.577,00/24.692 pagantes

CARTÕES AMARELOS: Luan, Barcos, Artur, Obina, Henrique (PAL); Romarinho, Martínez, Cássio, Ralf, Danilo, Fábio Santos (COR)

CARTÕES VERMELHOS: Luan, 25'/2ºT

GOLS: Romarinho, 21'/1ºT (0-1); Paulinho, 8'/2ºT (0-2)

PALMEIRAS: Bruno, Artur, M. Ramos, Henrique e Juninho; Correa (Tiago Real - 13'/2ºT), Marcos Assunção (Obina - 20'/2ºT), J. Vitor (Márcio Araújo - 30'/2ºT), e Valdivia, Luan e Barcos . Técnico: Narciso (interino).

CORINTHIANS: Cássio, Guilherme Andrade, Wallace, Paulo André e Fábio Santos; Ralf, Paulinho, Douglas e Danilo (Edenilson - 38'/2ºT); Martínez (Jorge Henrique - intervalo) e Romarinho (Giovanni - 35'/2ºT). Técnico: Tite.