Ferrari dá como encerrada polêmica contra ultrapassagem de Vettel

Nesta sexta-feira, a Ferrari emitiu um comunicado em que disse ter aceitado as explicações da FIA sobre a polêmica ultrapassagem de Sebastian Vettel, da Red Bull, sobre Jean-Éric Vergne, da Toro Rosso, que teria acontecido sob bandeira amarela no GP do Brasil.

- A Ferrari recebeu devidamente a carta de resposta enviada pela FIA nesta manhã e considera a questão encerrada a partir de agora. A vontade de reclamar à FIA sobre o que foi feito por Vettel no Brasil partiu da necessidade de mostrar à todos como a ultrapassagem foi feita, fato divulgado via internet dias após a prova - contava o comunicado, que acrescentava:

- Não queríamos dizer à FIA que o resultado da prova era irregular, e sim justificar aos fãs de todo o mundo que pediram à Ferrari para que levássemos o caso para a federação. Pedimos à Federação para estudar o incidente que poderia ter lançado uma sombra sobre o campeonato nos olhos de todos os entusiastas da F1, não apenas aos da Ferrari.

Anteriormente, o chefão da Fórmula 1, Bernie Ecclestone, não gostou dos protestos da Ferrari e, além de considerar tardia a reclamação, classificou a atitude como uma grande piada.

Fernando Alonso terminou a temporada como vice-campeão, por três pontos, caso Vettel fosse punido, teria conquistado o título Mundial.