Estado de saúde de Schumacher segue estável

O estado de saúde do heptacampeão de Fórmula 1 Michael Schumacher, que está em coma induzido no hospital de Grenoble desde o dia 29 de dezembro, após sofrer um grave acidente de esqui nos alpes franceses, continua estável, informou a porta-voz do alemão em comunicado.

"A família de Michael tem total confiança na equipe médica e está muito satisfeita com seu trabalho", afirmou Sabine Kehm.

"Todas as informações a respeito do estado de saúde de Michael que não sejam oriundas dos seus médicos ou dos seus empresários devem ser consideradas meras especulações", salientou a porta-voz.

Questionada sobre o fato do comunicado desta sexta-feira não se referir mais a um estado "crítico", como era o caso até então, Kehm respondeu que não tinha nada para acrescentar.

É a primeira vez desde o dia 6 de janeiro que novas informações são divulgadas sobre o estado de saúde do ex-piloto.

Na ocasião, a nota conjunta emitida por Kehm e pelo hospital se referia a um estado "crítico, mas estável". No mesmo dia, uma fonte próxima do piloto tinha falado em "leve melhora".

Michael Schumacher foi vítima de um grave acidente de esqui em 29 de dezembro, quando sofreu uma queda em um setor fora da pista sinalizada e bateu com a cabeça em uma pedra.