Robinho pode ser dupla de Ronaldinho no Atlético-MG em 2013

Com Diego Tardelli distante, Galo vai com tudo para contratar craque do Milan

Com grandes dificuldades de avançar na negociação com Diego Tardelli, o Atlético-MG ainda não desistiu de Robinho, que seria a grande contratação para montar um supertime do Galo na disputa da Copa Libertadores de 2013.

Segundo o LANCE!Net apurou, o presidente Alexandre Kalil, vendo que Tardelli não deverá forçar sua saída do Al-Gharafa e facilitar as tratativas entre os clubes mineiro e catariano, como fez na época que deixou o Anzhi (RUS), focará seus esforços para convencer o Milan a colocar um preço acessível em Robinho.

Adriano Galliani, vice-presidente e diretor executivo do Milan, confessou que Robinho deseja voltar a atuar no futebol brasileiro e que há uma oferta concreta pelo jogador, que ainda será analisada pela cúpula do Rossonero.

- O Robinho tem saudades do Brasil, mas queremos ficar com ele. O Milan não quer vendê-lo, ele tem algum desejo de voltar ao Brasil, há alguma oferta, vamos ver - disse o diretor, em entrevista ao jornal Gazzetta Dello Sport.

Atualmente, o Atlético-MG possui R$ 12 milhões disponíveis para a contratação de novos jogadores. Mas, para a vinda de um atleta de peso como é Robinho, a diretoria do Galo irá atrás de um parceiro investidor capaz de pagar ao Milan uma quantia maior, mas que não seja fora da realidade do Alvinegro mineiro. O clube italiano toparia entrar em negociações se a oferta chegasse perto de 10 milhões de euros (cerca de R$ 27 milhões).

Recentemente, o Santos ofereceu 5 milhões de euros (R$ 13,7 milhões para o Milan), que prontamente recusou a proposta, como noticiado pelo Gazzetta na última quarta-feira.

Advogada diz que não houve oferta formal

A advogada de Robinho, Marisa Alija, que cuida da carreira do jogador juntamente com o pai do atacante - Gilvan de Souza - esclareceu que o interesse dos clubes brasileiros em repatriar Robinho ainda não foi traduzido em uma oferta formal para o Milan ou para os representantes de Robinho.

- Olha, eu fico sabendo do interesse do Atlético Mineiro, do Santos e demais clubes pela imprensa. Ai vem os empresários ligados a esses clubes e fazem um contato. Mas posso garantir que não houve nenhuma proposta concreta desses times pelo Robinho - disse Marisa, ao LANCE!Net.

A advogada ainda esclareceu que é preciso uma oferta muito vantajosa para convencer Robinho a deixar de desfrutar de toda a condição de trabalho que ele possui no Milan.

- Ele já falou que pretender encerrar a carreira no Brasil, mas não expressou a vontade de voltar ao país exatamente no fim deste ano. Lógico que se houver uma oferta muito boa, que lhe dê toda a estrutura que ele possui no Milan, a gente irá analisar atentamente. Se a conjuntura da oferta o levar para o Brasil, ele retorna sem problemas - concluiu Marisa.