Dilma inaugura Estádio Nacional Mané Garrincha

Presidente deu o pontapé inicial no círculo central do gramado


Brasília, 18 mai (EFE).- A presidente Dilma Rousseff inaugurou neste sábado, em Brasília, o Estádio Nacional Mané Garrincha, uma das sedes da Copa do Mundo de 2014 e que vai sediar a abertura da Copa das Confederações no próximo dia 15 de junho.

Em cerimônia sem discursos, Dilma deu o pontapé inicial no círculo central do gramado, acompanhada pelo governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, e três crianças. Depois, posou para fotos com um grupo de operários.

A primeira partida do estádio será disputada hoje - a final do campeonato estadual, entre Brasília e Brasiliense - para um público de 22 mil pessoas, entre eles os trabalhadores que participaram das obras, o que representa um terço da capacidade, para 71 mil espectadores.

Está previsto que antes da partida o hino nacional seja interpretado pela cantora Elza Soares, viúva de Garrincha, que dá nome ao estádio.

A nova arena foi construída no mesmo local do antigo estádio Mané Garrincha, que foi totalmente demolido, e custou R$ 1,015 bilhão, segundo o balanço mais recente do Ministério do Esporte.

Na Copa das Confederações, Brasília será sede apenas do jogo de abertura, entre Brasil e Japão, e na Copa vai receber sete partidas, entre elas a decisão do terceiro lugar.

Dilma vai inaugurar na segunda-feira o último dos seis estádios da Copa das Confederações, a Arena Pernambuco, em Recife. EFE