Corinthians registra B.O. e invasão de torcedores vira caso de polícia

São Paulo, 1 fev (EFE).- Campeão mundial em 2012, o Corinthians transformou a invasão de aproximadamente 100 torcedores em seu CT neste sábado em caso de polícia, registrando o Boletim de Ocorrência na 62º DP da cidade de São Paulo.

Em nota oficial divulgada horas depois do incidente, o clube garantiu que está "à disposição das autoridades públicas para identificação e punição aos envolvidos".

Pela manhã, enquanto o elenco e a comissão técnica se preparavam para iniciar treino visando o confronto com a Ponte Preta, pelo Campeonato Paulista, torcedores entraram no Centro de Treinamento Joaquim Grava para fazer "cobranças".

Segundo a própria diretoria alvinegra, "pessoas foram agredidas e ameaçadas, pertences foram roubados, e o patrimônio do clube violado", durante a passagem do grupo pela instalação, localizada no Parque Ecológico do Tietê.

Após duas horas de discussão com diretores, diante da presença da Polícia Militar paulista, os torcedores se reuniram com o técnico Mano Menezes.

Por causa da invasão, o treino de apronto foi cancelado e alguns jogadores chegaram a ameaçar não entrar em campo contra a Ponte Preta. Na nota oficial que divulgou a diretoria corintiana, no entanto, confirma que o clube disputará a partida. EFE