Aloísio e Rogério Ceni marcam e São Paulo vence o Guarani em Campinas

Tricolor confirma bom retrospecto diante do rival e vence por 2 a 1, no Brinco de Outro

Mesmo recheado de reservas, o São Paulo confirmou a soberania diante do Guarani e venceu por 2 a 1, na tarde deste sábado, no Brinco de Ouro, pela sétima rodada do Paulistão Chevrolet. Os gols foram marcados pelo atacante Aloísio e o goleiro Rogério Ceni. O meia Thiago Gentil descontou para o Bugre.

Veja também:
- Recuperado, Rogério Ceni lidera São Paulo reserva contra o Guarani
- Aloísio quer encerrar jejum sem vitória do Tricolor e vislumbra oportunidade contra o Guarani
- Ney Franco defende recuperação de Ganso, mas explica: "Não podemos abrir mão do resultado"

Com o capitão Ceni em campo, o Bugre jamais conseguiu vencer o São Paulo. Com a partida deste sábado, ao todo são 24 partidas, 17 vitórias e apenas sete empates. Além disso, o goleiro chegou à marca de seu terceiro gol contra o rival.

Com o resultado, o São Paulo sobe para a 9ª colocação, com dez pontos. Já o Guarani volta à zona de rebaixamento, na 18ª posição, com apenas quatro pontos.

Os autores dos gols do Tricolor não escondiam a ansiedade de balançar as redes. Aloísio, que fazia seu sétimo jogo pelo clube, ainda não marcado nenhum gol e já sentia um "peso pelo jejum". Já Rogério Ceni, ainda não havia feito nenhum gol de falta neste início da temporada e o retorno à meta do São Paulo (desfalcou a equipe em dois jogos por causa de uma bursite no ombro direito) não poderia ter sido melhor.

Ainda no primeiro tempo, Aloísio teve três chances claras de marcar, mas só aproveitou uma. Aos 32 minutos, após cobrança de escanteio de Carleto, o atacante se antecipou e mandou de cabeça para o fundo das redes. Era o primeiro gol dele com a camisa do Sampa!

Apesar da superioridade no placar, o meia Cañete foi advertido com o segundo cartão amarelo e deixou o time quatro minutos depois do São Paulo ter marcado.

Com um jogador a mais, o Guarani aproveitou e fez um gol relâmpago antes mesmo do primeiro minuto da etapa final. Depois do cruzamento de Diego, a defesa do São Paulo falhou e Thiago Gentil deixou tudo igual no Brinco de Ouro.

Mas o gol não intimidou o capitão Rogério Ceni, que sabe bem como é encarar o Bugre. Aos 4 minutos, Thiago Gentil colocou a mão na bola e o árbitro assinalou falta. Ceni correu para cobrar e não decepcionou. Com perfeição, o goleiro recolocou o São Paulo a frente do placar.

Depois disso, o Bugre ainda perdeu o seu zagueiro Tiago Pagnussat, expulso, e o placar não mudou mais.

Na próxima rodada, o Guarani enfrenta o XV de Piracicaba, sábado, às 17h, fora de casa. No mesmo dia, o São Paulo recebe o Ituano, às 19h30, no Morumbi.

Ficha técnica
Guarani 1 X 2 São Paulo

Local: Brinco de Ouro, Campinas (SP)

Data/hora: 9/2/2013 - 16h20

Árbitro: Luiz Vanderlei Martinucho (SP)

Assistentes: Humberto Lellis Talarico Leite e Alex Ang Ribeiro

Renda/ público: Não disponíveis

Cartões amarelos: Tiago Pagnussat, Thiago Matias, Ademir Sopa (GUA) e Rogério Ceni, Cañete, João Filipe (SAO)

Cartões vermelhos: Cañete (SAO) e Tiago Pagnussat (GUA)

GOLS: Aloísio 32'/1T (0-1), Thiago Gentil 1'/2T (1-1); Rogério Ceni

GUARANI: Juliano; Oziel, Tiago Pagnussat, Thiago Matias, Max (Juan Dominges), Ademir Sopa, Mika (Coutinho), Thiago Gentil (Dudu), Diogo, Ronaldo Mendes e Siloé. Técnico: Branco.

SÃO PAULO: Rogério Ceni; João Filipe, Rafael Toloi, Edson Silva, Thiago Carleto, Rodrigo Caio, Maicon (Fabrício), Cañete, Ganso (Lucas Farias), Aloísio (Henrique Miranda) e Ademilson. Técnico: Ney Franco.