TV Esporte Blog

Sportv teria afastado narrador de jogos Flu para “preservar o profissional”, diz colunista

Atlético de Ronaldinho venceu o Flu por 3 a 2 (Foto: Bruno Cantini/Flu F.C.)Segundo o colunista Flávio Ricco, do UOL, o SporTV teria afastado dos jogos do Fluminense um dos seus principais narradores, Luiz Carlos Junior, por conta de um aumento nas críticas a ele.

Supõe-se que a medida teria a ver com o fato do profissional ser torcedor do time carioca, líder do Campeonato Brasileiro, com vantagem de seis pontos sobre o segundo colocado, o Atlético-MG, vencedor no confronto direto entre as equipes neste domingo, na Arena Independência (leia mais sobre o jogo aqui).

Ricco avalia como positiva a decisão do chamado "Canal Campeão". Argumenta que se trata de uma forma de preservá-lo, algo que este blogueiro aqui discorda totalmente, embora respeite a opinião do colunista que trouxe a notícia.

Ocorre que quando se leva a sério a profissão - e esse parece ser o caso do bom narrador Luis Carlos Junior -, ter um time de coração não é problema algum. Afinal, todo mundo tem um time de coração. Ou não?

Há aqueles que revelam publicamente (caso, por exemplo, do colega Mauro Beting, colunista deste Yahoo! e que sempre assumiu ser torcedor do Palmeiras, sem que isso interferisse em seus comentários e análises nos vários veículos para os quais trabalha) e os profissionais que optam por não declarar suas preferências clubísticas, caso deste blogueiro e, imagino, de Luis Carlos Junior. Nunca o ouvi dizer nos microfones ser torcedor do Fluminense. E, se for, como parece ser o caso, não faz diferença.

Um canal como o SporTV, com tamanha audiência (líder entre as emissoras pagas especializadas em Esporte), não contrataria para o seu quadro de profissionais uma pessoa que não consegue separar a paixão do seu time de coração do seu trabalho como narrador de um jogo de futebol envolvendo duas equipes e audiência de gente que torce para muitos outros times.

Tanto Luis Carlos Junior quanto o SporTV sabem que esse tipo de situação é vivida por todo narrador, comentarista ou repórter esportivo. O torcedor, até por amar o seu time, acaba não conseguindo compreender muito bem todo esse profissionalismo que faz alguém ter um time de infância, uma preferência pessoal fora dos microfones, e narrar numa boa o gol de outra equipe.

Então, o que fazer? Basta trabalhar com profissionalismo e honestidade. Ser isento e não (dis)torcer enquanto está trabalhando, algo que com certeza ocorre com Luis Carlos Junior e muitos narradores, não só do SporTV, mas de outras emissoras, também.

Óbvio que ninguém é ingênuo a ponto de achar que isso ocorre com todo mundo. Não. Da mesma forma que existem bons e maus profissionais em todas as áreas, a mesma coisa acontece com narradores, comentaristas e repórteres esportivos. Geralmente, o mercado acaba eliminando gente assim, exatamente como ocorre com os maus profissionais de outras atividades, afinal que empresa séria vê futuro ao manter um mau colaborador? O telespectador inteligente mesmo se encarrega de não dar audiência a profissionais do Esporte que não levam a sério o seu trabalho. Quando não perdem o emprego, esses acabam perdendo a credibilidade, algo que faz muita diferença para separar os bons dos maus profissionais.

Agora, o que não faz sentido é uma emissora do porte de um SporTV vetar narradores de jogos que envolvam seus times de coração por queixas externas, como parece ser o caso nesse episódio envolvendo Luis Carlos Junior, conforme notícia de Flávio Ricco. Afinal, o maior rigor na crítica vem de dentro do próprio canal. Certamente, confiam no narrador, então por que a necessidade de "preservá-lo"?

Que isso não vire moda. Afinal, vez por outra se divulga por aí listinhas com nomes de cronistas esportivos e seus supostos times de coração. Já pensou se for vetar toda essa gente porque se soube que torce para este ou aquele clube e que por isso pode "puxar a sardinha" para um ou outro lado? Vai faltar narrador, comentarista e repórter nas TVs.

*Atualização: em resposta a seguidores na rede social Twitter, o narrador Luis Carlos Junior negou que tenha sido afastado pelo SporTV por ter recebido muitas críticas. Inclusive, revelou estar escalado pelo canal para o jogo Fluminense x Coritiba, na próxima quinta-feira à noite, jogo a ser realizado no Engenhão, no Rio. Ótima notícia, diga-se. Parabéns ao SporTV. Seria um erro afastar um ótimo profissional por suposto aumento de críticas devido a ser torcedor desta ou daquela equipe. Uma bobagem. Melhor assim,