TV Esporte Blog

Romário ataca Mano após perda do ouro olímpico: “é fraco e a culpa é dele”

Romario, comentarista da Record, detona técnico Mano Menezes após perda do ouroApós a derrota da seleção brasileira de futebol para o México, por 2 a 1, e a consequente perda do ouro olímpico, Romário criticou duramente o técnico Mano Menezes, a quem considerou o grande culpado pelo fracasso em Londres. "O treinador é fraco e não sabe mexer. Ainda bem que essa é a última vez que a gente vai vê-lo no comando da seleção", atacou.

"O Mano é bom treinador para o Corinthians, para o clube e não para a seleção. E eu espero que ele nunca mais vista a camisa da seleção, porque ele é fraco e a culpa foi dele por essa derrota da seleção", afirmou o baixinho, deputado federal, mas que atuou como comentarista da emissora na Olimpíada.

Romário ainda acrescentou que para ele o técnico do time brasileiro nos Jogos de Londres deveria ser outro. "O Brasil não jogou mal. Jogou no mesmo nível que vem jogando desde o início das Olimpíadas. O que acontece é que pegamos um adversário superior, mais jogado, que se preparou. Desde o Pan venho falando que o treinador ideal para essa seleção seria o que está no São Paulo, Ney Franco, que conhece os jogadores e que foi campeão do mundo. ", disparou.

Embora duro para com Mano Menezes, o "comentarista" Romário pegou bem mais leve com o grupo de jogadores, julgando-o como bom. "Essa geração é boa. A maioria tem condição e estará em 2014. Eu já adianto cinco: Thiago Silva, Lucas, Neymar, Leandro Damião e Oscar. Eles vão participar da Copa do Mundo".

"Eu também perdi e muitos falaram que a minha geração era perdedora. E demos a volta por cima", argumentou, referindo-se à derrota da seleção brasileira para a antiga União Soviética na Olimpíada de Seul, na Coreia, da qual ele, Romário, fazia parte, além de Taffarel, Bebeto e Mazinho, entre outros que acabaram campeões do mundo com a seleção principal, em 1994, na Copa dos Estados Unidos.

"Não adianta colocar grandes jogadores, como Neymar, Lucas, Thiago Silva, que é o maior zagueiro do mundo, o Leandro Damião, que é goleador, se não tiver planejamento. Ninguém conquista nada hoje, seja em clube ou na seleção, sem fazer um planejamento. Eu acredito que o presidente da CBF e seus diretores, o Andrés Sanchez, têm que começar o planejamento já a partir de amanhã para, no mínimo, não fazer feio [na Copa de 2014, no Brasil]", analisou o baixinho, durante a cerimônia de premiação com os primeiros do futebol olímpico.