TV Esporte Blog

Narrador da Globo e Mano Menezes ignoram Neymar em eleição de melhor do mundo da Fifa

Cléber Machado votou em Messi, Xavi e Cristiano Ronaldo, nesta ordem (Reprodução)Um dos profissionais de imprensa a votar na eleição dos melhores jogadores do mundo de 2012, o narrador da Globo, Cléber Machado, não colaborou para que o melhor jogador brasileiro, o craque santista Neymar, pudesse figurar entre os três que disputaram a primeira colocação na premiação organizada pela Fifa.

Segundo lista divulgada pela entidade que comanda o futebol mundial, apontando os nomes escolhidos pelos votantes (capitães, técnicos e profissionais de mídia), o locutor global apontou Messi como melhor do mundo, seguido pelo meio-campista Xavi, também do Barcelona, e, em terceiro, Cléber optou pelo português Cristiano Ronaldo, craque do Real Madrid.

O ex-técnico da seleção brasileira, Mano Menezes, que por diversas vezes comandou o atacante do Santos, foi outro brasileiro a abdicar do atacante do Peixe na eleição da Fifa. Se dependesse de Mano, Cristiano Ronaldo seria eleito o melhor do mundo na última temporada. Essa foi a escolha número 1 do treinador, para quem Messi deveria ficar somente em segundo e o atacante colombiano Falcao García na terceira posição na eleição.

Já o zagueiro Thiago Silva, capitão da seleção em boa parte da Era Mano, votou em Messi como o craque de 2012, Cristiano Ronaldo como o segundo melhor e, na terceira colocação, optou pelo centroavante sueco, Ibrahimovic, companheiro nos tempos de Milan e também agora no francês Paris Saint-Germain, time também do são-paulino Lucas.

Confirmando o favoritismo, Messi faturou o prêmio, seguido exatamente por Ronaldo, em segundo. Iniesta, o outro meio-campista do Barça ficou em terceiro lugar. O argentino foi lembrado por 41,6% daqueles que votaram, o português foi citado por 23,68% e o espanhol recebeu 10,91% dos votos. Ou seja, Messi teve votação maior do que a soma dos votos para o segundo e terceiro colocados da premiação.

Elogio a quem merece

Durante o início do ano passado, por conta do imbróglio com operadoras, este blog criticou duramente o novo canal fechado Fox Sports (leia aqui). Foi um início conturbado e cheio de erros da emissora então recém-chegada ao país. Passados alguns meses, é nítida a melhora nos serviços prestados ao seu telespectador, seja nas transmissões ou em programas.

Um exemplo claro disso foi a cobertura da Bola de Ouro, a premiação organizada pela Fifa para premiar os melhores jogadores de 2012. A equipe do Fox Sports deu um show. Destaque para o ótimo comando do apresentador Eduardo Elias e os enriquecedores comentários de Rodrigo Bueno sobre futebol internacional, especialista que é no assunto.

Não acompanhei as coberturas de ESPN, SporTV e BandSports, canais já há mais tempo no ar e, consequentemente, com mais condição de realizar um ótimo trabalho, mas a nova emissora de esportes não fez feio. Longe disso. Até proporcionou momentos de ótimo debate, com o também comentarista Mário Sérgio discordando várias vezes com veemência do especialista Rodrigo Bueno, tudo em alto nível, deixando para que o assinante tirasse suas conclusões sobre as opiniões ali dadas. Belo trabalho.

Certamente, quem assistiu à premiação no Fox Sports, antes durante e depois dela, não correu o risco de dormir, entediado com uma eventual monotonia e comentários padronizados e iguaizinhos dos seus integrantes. Ponto positivo para o canal, que já começou bem 2013.