London Calling

Os 10 melhores xingamentos das Olimpíadas de Londres

Tirem as crianças da sala.

Se existe uma coisa que une torcedores, treinadores e atletas é a capacidade de xingar. Pode ser uma bola perdida, um salto desperdiçado, um grito de guerra para irritar o adversário... Todos os países têm as suas ofensas preferidas. O Yahoo lista para você as dez melhores, definidas por um grande júri composto por este blogueiro. A ideia é ser multiétnico, mas a verdade é que os europeus acabaram com a maioria da lista.

Como esporte também é cultura, sem delongas, vamos às escolhidas:

10 - "Que se fodam 18 gerações dos seus ancestrais"

A frase em chinês é "cao ni zu zong shi ba dai". Como é um xingamento do pais mais populoso do planeta, tem potencial para ser um dos mais repetidos. Entra na lista por isso, embora seja bem leve na comparação com os demais.

9 - "Mil pintos na sua religião!"

Se diz "Elif air ab dinikh" em árabe. Certamente eles têm muito orgulho dos seus pênis, porque os colocam em várias outras ofensas. Em algumas partes do Oriente Médio, chamar alguém de "prepúcio" (fatah) já é um xingamento sensacional.

8 - "Chupe manteiga da minha bunda."

Hispânicos de todo o mundo gostam de bradar o "Chupe mantequilla de mi culo". É um jeito de diminuir seu oponente. É um derivado, literalmente, do "me cago en la leche" -- que não precisa de tradução, mas carece de um sentido razoável para nós brasileiros.

7 - "Punheteiro"

"Wanker" é a ofensa preferida dos britânicos, anfitriões das Olimpíadas. Em uma cultura sexualmente tão reprimida, é assim que os torcedores se xingam nos estádios e no trânsito. Eles também gostam de mostrar os dedos indicador e médio como sinal de "foda-se".

6 - "Artista do mijo"

Para os irlandeses, "piss artist" é o equivalente a cachaceiro. Fica ainda mais engraçada porque, oras, estamos falando de irlandeses usando isso como xingamento. Imaginem o quanto é necessário beber para merecer essa ofensa.

5 - "Sua mãe chupa ursos na floresta."

Em búlgaro, a frase é "Mayka ti duha na mechki v gorata". Grande parte das ofensas nesse idioma têm relação com animais. Eles também gostam de comparações bizarras. Outra ofensa bastante popular é "você é feio como uma salada" (grozna si kato salata).

4 - "O papa te come"

Os sérvios adoram misturar política e religião com xingamentos. Essa é a mais popular ofensa desse estilo. Em segundo lugar vem uma que lembra dos tempos de guerra nos Bálcãs. "Que a sua casa esteja ao vivo na CNN" (Da bog da ti kuca bila na CNN-U). Cruel.

3 - "Que os ratos ejaculem em você"

Os armênios são um povo sofrido. Para um deles dizer "krisnera zhazh tan vred", tem de estar muito, muito irritado. Eles também gostam de xingamentos relacionados a animais. Outro popular é "faço sarna (uma espécie de bolovo) com a pele do seu pênis". Exótico.

2 - "Vá chupar o Diabo no inferno!"

Um grande clássico dinamarquês que mistura sexo com religião. "Sut djavlepik i helvede din bossedvarg." Uma frase que Caroline Wozniacki nunca diria. Os nórdicos até têm outros xingamentos, mas nenhum à altura desse.

1 - "Sua saliva é o xampu dos meus pelos"

Atenuamos a expressão em romeno, mas você já já vai entender -- pela frase original -- o motivo de essa ser a número um da lista. "Shampona-mi-ai flocii cu saliva." Um raciocínio complexo, mas com o efeito cômico/ofensivo notório. Os romenos também gostam de ofender as mães uns dos outros. Outro xingamento popular é "vou secar minhas meias na cruz do túmulo da sua mãe". As arquibancadas do estádio Olímpico mal podem esperar.