Casca Grossa

[Exclusivo] Lyoto Machida deve enfrentar Phil Davis ainda neste semestre, afirma empresário

Machida (e): outro wrestler no caminho?O período afastado do octógono desde a vitória por nocaute sobre Randy Couture (com chute frontal saltado, no UFC 129, em abril) pode estar próximo do fim para o brasileiro Lyoto Machida. No sábado (13),  o carateca baiano/paraense promoveu um dos workshops mais concorridos do Brazil Sports Show, feira de esportes realizada no fim de semana na Bienal do Ibirapuera, em São Paulo.

***Siga o Casca-Grossa no Twitter: @fzanchetta

Como não poderia deixar de ser, Machida  foi constantemente indagado sobre a falta de compromissos agendados no Ultimate neste segundo semestre. Mas em entrevista exclusiva ao Casca-Grossa, Jorge Guimarães, o Joinha, empresário do atleta e também presente ao evento, afirmou que o norte-americano Phil Davis deve ser o próximo oponente do brasileiro em breve.

"Já houve contatos, muitos deles, e logo mais poderemos revelar mais novidades. Ele (Davis), é possibilidade cada vez mais concreta pelo próprio andamento atual da categoria (meio-pesado, até 93kg). Seria grande adversário para o Lyoto, que é um dos maiores ídolos do esporte no Brasil e precisa voltar ao batente logo", explicou Joinha. "Lyoto queria a disputa de título imediata. Mas é até interessante fazer mais uma luta antes para reforçar o ritmo", emendou.

Mesmo ainda discreto sobre o assunto, Machida não hesitou em comentar o próximo desafio 'quase certo'.

"Seria um combate clássico entre estilos. (Phil) Davis é um wreslter nato, que aposta em tomar o ritmo forte do combate e levá-lo até o fim sem perder o fio da meada. Eu teria de ajustar alguns aspectos no meu jogo para enfrentá-lo de igual para igual. Mas esta maleabilidade técnica sempre foi uma de minhas características mais fortes. Não vai haver problema", avaliou o lutador.

Phil Davis é considerado um dos mais promissores da nova geração de atletas do MMA, que tem em Jon Jones, atual campeão meio-pesado, o principal expoente. Davis faria a luta principal do UFC 133 contra Rashad Evans, mas uma contusão poucas semanas antes do combate o forçou a se retirar do compromisso. Ele está invicto há nove combates.