Brasil de Ouro
  • Eduarda Amorim defende o Gyor, atual campeão da Liga dos Campeões (Foto: Fernanda Pedroso)

    Hoje o Blog Brasil de Ouro abre espaço para o jornalista Thiago Bonna, que já trabalhou aqui no Esporte Interativo e, atualmente, está em Portugal, estudando na Universidade do Porto. Motivado por uma amiga que estuda Educação Física e gosta de handebol, ele começou a acompanhar a modalidade. Há alguns dias, em viagem pela Europa, Thiago foi até Gyor, na Hungria, onde mora a brasileira Eduarda Amorim, eleita a MVP do último Mundial. Ele bateu um papo com ela, não só sobre a conquista, mas, principalmente, sobre o novo desafio que está por vir: o final four da Liga dos Campeões de Handebol. Essa decisão você acompanha só no Esporte Interativo.

    Por Thiago Bonna

    De uma simpatia e amabilidade impressionante, Eduarda Amorim é um dos destaques da Seleção Brasileira e do Györi ETO, equipe húngara que busca uma vaga na final da Liga dos Campeões de Handebol, frente ao Midtjylland, da Dinamarca. A atleta que mora no leste europeu desde 2005, é sempre acompanhada de olhares curiosos e

    Saiba mais »de Duda Amorim busca o bicampeonato da Liga dos Campeões
  • Dara vai defender o Nantes, da França (Foto: Divulgação/Internet)

    Após a conquista do Mundial, na Sérvia, a Confederação Brasileira de Handebol anunciou o fim da parceria com o Hypo, da Áustria, e as jogadoras que vestiam a camisa da equipe começaram a procurar um novo destino. Alexandra e Babi acertaram com o Baia Mare, da Romênia, e Fernanda, Ana Paula e Deonise com o Bucareste, equipe do mesmo país, onde também jogará a goleira Mayssa.

    Agora foi a vez da capitã Dara Diniz definir o seu futuro. Hoje, mais cedo, o site francês "Handzone.net" anunciou que a campeã mundial havia acertado sua transferência para o Nantes, da França, informação confirmada pela pivô. O contrato de Dara com a equipe será de um ano.

    O time, que já conta com a goleira sérvia Katarina Tomasevic, prata no Mundial, está se reforçando para a temporada 2014/2015. Segundo o site francês, Dara é a terceira contratação de peso de Nantes e, segundo os próprios franceses, este é um "recrutamento estrelado".

    Fica aqui a minha torcida pela nossa capitã neste novo desafio. Só posso

    Saiba mais »de Capitã Dara Diniz vai jogar no handebol francês
  • O presidente do COI Thomas Bach está preocupado com o cronograma para os Jogos Rio 2016 (Foto: Reuters)

    O presidente do COI Thomas Bach está preocupado com o cronograma para os Jogos Rio 2016 (Foto: Reuters)

    Em uma coletiva de imprensa, durante a Assembleia Geral da Associação das Federações Internacionais Olímpicas de Verão, na Turquia, o presidente do COI Thomas Bach anunciou um plano de intervenção para tentar colocar ordem na Olimpíada do Rio. Nos últimos dias as notícias têm sido as piores possíveis. Além da greve dos operários que trabalham no Parque Olímpico, o Rio de Janeiro foi alvo de críticas de Francesco Ricci Bitti, membro da Comissão de Coordenação do COI. O italiano atacou a cidade, dizendo que "esta é a situação mais crítica dos preparativos para os Jogos nos últimos 20 anos".

    Segundo Thomas Bach, o COI vai mandar para o Rio um dos seus membros, para tentar apagar o incêndio e cuidar dos problemas de cronograma. Quem ganhou essa missão foi o dirigente Gilbert Felli, que sempre está presente nas visitas da Comissão de Coordenação do COI. Ele esteve aqui há pouco tempo,

    Saiba mais »de COI vai tentar colocar ordem na casa
  • Brasil empata pela primeira vez depois do título Mundial (Foto: Cinara Piccolo/PhotoeGrafia)Brasil empata pela primeira vez depois do título Mundial (Foto: Cinara Piccolo/PhotoeGrafia)

    Realmente ficamos muito mal acostumados com a seleção feminina de handebol. Depois do título Mundial e da forma como foi conquistado, é difícil mesmo aceitar um empate, ainda mais diante de uma seleção tecnicamente mais fraca.

    Nos Jogos Sul-americanos, o Brasil empatou com a Argentina por 23 a 23. A equipe foi para o intervalo perdendo e correu atrás do placar até o fim da partida, quando Deonise empatou. Nos segundos finais, as brasileiras ainda tiveram a bola para vencer mas não conseguiram concluir.

    Não estou no Chile, não sei o que aconteceu. Só consegui acompanhar o fim do jogo, por uma rádio argentina na internet. O narrador gritava tanto que afetou meus pensamentos. Uma frase me marcou muito. A cinco minutos do fim, o "hermano" berrava: "Argentina, obrigada por esta partida maravilhosa, incrível". Perae, vamos com calma. O jogo nem tinha acabado, o Brasil estava prestes a empatar, podia ganhar. Por que tamanha comemoração?

    Para as nossas maiores rivais na América do Sul, vencer

    Saiba mais »de Empate com gosto de derrota…
  • A partida entre Buducnost e Gyor, pela Liga dos Campeões de Handebol, já tinha praticamente acabado, quando após um ataque do time da casa, Milena Knezevic deu uma cabeçada em Anita Gorbicz, central do Gyor. A húngara caiu no chão e a "agressora" também desabou, para mim, fazendo o maior teatro. A jogada passou limpa pelo árbitro, que parece não ter visto. Knezevic não levou nenhuma punição. Buducnost e Gyor empataram em 26 a 26, com transmissão exclusiva do Esporte Interativo.

    O lance causou revolta em todo mundo que estava assistindo ao jogo, inclusive nas próprias jogadoras. Hoje, mais cedo, Duda postou na sua página no Facebook o vídeo da jogada, pedindo para não passar em branco. Diante do absurdo que foi o lance, a Federação Europeia de Handebol se manifestou.

    A EHF pediu para o Tribunal de Handebol instaurar um processo disciplinar contra a jogadora Milena Knezevic, do Buducnost, por conduta anti-desportiva, que colocava em risco a integridade física de um oponente. Após a análise

    Saiba mais »de Cabeçada “à la Zidane” será julgada na Liga dos Campeões de Handebol
  • Brasil disputa primeira competição após o título Mundial na Sérvia (Foto: Cinara Piccolo/Photoegrafia)Brasil disputa primeira competição após o título Mundial na Sérvia (Foto: Cinara Piccolo/Photoegrafia)

    Já são 57 medalhas, 27 de ouro. A distância do Brasil para a Argentina, segunda colocada, é grande. Mas hoje é apenas o quinto dia de competição e muita coisa ainda acontecerá.

    O domingo marcou a estreia das campeãs mundiais de handebol e o resultado foi o esperado. Muito superior aos adversários na América do Sul, o Brasil venceu o Chile por 36 a 22. As meninas voltam a jogar nesta terça-feira, contra o Paraguai. Mas hoje a seleção masculina estará em ação, contra o Uruguai.

    No remo, Fabiana Beltrame, que já havia garantido uma medalha de prata, conquistou o ouro no single skiff aberto. Também na água, mas na natação, o Brasil garantiu mais medalhas. Destaque para o ouro de Bruno Fratus, nos 50m livre (Cielo decidiu não disputar a competição) e o ouro de Thiago Pereira, nos 200m medley.

    Quem também ainda não perdeu nestes Jogos Sul-americanos foi a seleção feminina de vôlei, que é representada por nove atletas juvenis e três infanto. A equipe venceu o Peru por 3 sets a 0 e hoje

    Saiba mais »de DIÁRIO DO SUL-AMERICANO: Campeãs mundiais começam com vitória e Brasil lidera o quadro de medalhas
  • Seleção masculina de handebol começa com vitória (Foto: Wander Roberto/Inovafoto/COB)Seleção masculina de handebol começa com vitória (Foto: Wander Roberto/Inovafoto/COB)

    Estamos apenas no segundo dia dos Jogos Sul-americanos mas, são tantas competições, que tem muita gente que já garantiu medalha. A cerimônia de abertura foi na noite de sexta, porém algumas disputas aconteceram antes mesmo da festa. No momento, o Brasil ocupa a segunda posição no quadro de medalhas: 13 ouros, 6 pratas e 14 bronzes. Na liderança está nosso maior rival, a Argentina. Nós temos três medalhas a mais que eles, estamos empatados no número de ouros, mas eles superam nas pratas!

    CARATÊ: A modalidade que lutou para entrar na Olimpíada de 2020 mas não conseguiu, foi a primeira a dar medalhas para o Brasil na competição. Ontem a carioca Isabela dos Santos Rodrigues ganhou o bronze na categoria até 68kg e ainda garantiu a vaga no Pan de 2015. O primeiro ouro foi de Wellington Rodrigues Barbosa, na categoria até 84kg;

    NATAÇÃO: Na piscina, o Brasil começou arrasador. Só no primeiro dia foram nove medalhas: 4 ouros, 1 prata e 4 bronzes. A primeira douradinha foi com Leonardo de Deus,

    Saiba mais »de DIÁRIO DO SUL-AMERICANO: Handebol masculino estreia com vitória e Brasil já tem 33 medalhas
  • Duda é bicampeão mundial no salto em distância (Foto: Divulgação)Duda é bicampeão mundial no salto em distância (Foto: Divulgação)

    No dia internacional da mulher, quem entrou para a história do esporte foi um homem: Mauro Vinícius da Silva, o "Duda". O brasileiro foi bicampeão mundial no salto em distância, em pista coberta, uma conquista inédita para o país.

    Na modalidade em que Maurren Maggi entrou para a história, após conquistar o ouro nos Jogos Olímpicos de Pequim, o Brasil terá um candidato fortíssimo na briga pela medalha, em 2016.

    A classificação para a final foi sofrida, Duda só garantiu a vaga no último salto e, ainda assim, foi o sétimo colocado entre oito competidores. Na decisão, foi crescendo salto a salto. Chegou a queimar um deles e não conseguia aproveitar bem a tábua de impulsão. Novamente, foi buscar na última tentativa a sua melhor marca. Duda, como um pássaro, voou para marcar 8,28m e garantir a medalha de ouro.

    O brasileiro desbancou alguns dos principais rivais na modalidade e provou que, mesmo depois do Brasil voltar sem nenhuma medalha no Mundial de Atletismo do ano passado, nós devemos

    Saiba mais »de ATLETISMO: Brasileiro conquista bicampeonato mundial inédito!
  • Campeão olímpico levará a bandeira do Brasil na abertura da competição (Foto: Gáspar Nóbrega/Inovafoto/COB)Campeão olímpico levará a bandeira do Brasil na abertura da competição (Foto: Gáspar Nóbrega/Inovafoto/COB)

    Os Jogos Sul-americanos começam nesta sexta-feira, em Santiago, no Chile. Esta é a primeira competição multiesportiva do ciclo Rio-2016. Ao todo são 42 modalidades e 481 atletas brasileiros. É como se fosse uma Olimpíada entre os países da América do Sul, 14 nações participam da disputa e, neste cenário, o Brasil leva muita vantangem. Mas, curiosamente, só ficou em primeiro no quadro de medalhas uma vez, em 2002, quando sediou a competição. Será que vamos superar a segunda colocação da última edição, na Colômbia, em 2010?

    Algumas equipes vão com alguns de seus atletas principais, como é o caso da ginástica artística, que conta com nomes como Jade Barbosa, Daniele Hypólito e Arthur Zanetti. O campeão olímpico foi o escolhido pelo COB para levar a bandeira do Brasil na cerimônia de abertura do torneio.

    Também estaremos de olho nas seleções de handebol. A feminina vai contar com 11 campeãs mundiais e será a primeira competição da equipe, após a conquista do ouro na Sérvia.

    O Brasil só

    Saiba mais »de Arthur Zanetti será o porta-bandeira do Brasil nos Jogos Sul-americanos
  • A pivô Dani Piedade defende o Krim Mercator, da Eslovênia (Foto: Slavko Kolar)A pivô Dani Piedade defende o Krim Mercator, da Eslovênia (Foto: Slavko Kolar)

    Tem alguém com saudade do handebol? Ainda sente falta do Mundial da Sérvia? Então eu tenho uma novidade das boas para vocês. Sábado é dia de handebol no Esporte Interativo, ao vivo, a partir de 16h (horário de Brasília), na TV e no EI Plus.

    Assine e acompanhe à partida pelo EI Plus clicando aqui!

    Vamos transmitir para todo o país a partida entre o Gyor, da Hungria, e o Krim Mercator, da Eslovênia, pela Liga dos Campeões da Europa, a principal competição de clubes do continente, onde estão as melhores equipes e as grandes craques do handebol mundial.

    A armadora Duda Amorim defende o Gyor, da Hungria (Foto: MTI)A armadora Duda Amorim defende o Gyor, da Hungria (Foto: MTI)

    E falando em craque... De um lado, Dani Piedade veste a camisa do Krim Mercator. Do outro, Eduarda Amorim defende o Gyor, atual campeão do torneio. As duas equipes se enfrentaram há pouco mais de uma semana, pela segunda fase da competição, e o Gyor venceu por 27 a 24.

    Nesta fase, oito times estão divididos em dois grupos de quatro, cada. Os dois melhores avançam para as semifinais. Este será um grande duelo e uma partida muito importante para

    Saiba mais »de Dani Piedade x Eduarda Amorim no Esporte Interativo

Paginação

(165 artigos)