Posts do blog de Fernando Olivieri

  • Hora de decisão pelo Brasil! Finais dos estaduais mexem com as emoções dos torcedores

    Clássicos e um duelo inesperado em São Paulo decidirão os campeões em cada Estado

    As decisões de quatro dos principais campeonatos estaduais do país prometem muita emoção neste fim de semana.  Teremos o primeiro capitulo da final de Paulista, Carioca e Mineiro. Somente o Paulistão será decidido por um grande clube e uma força do interior. Os outros três terão o charme dos grandes clássicos. A final no Rio Grande do Sul teve a sua primeira perna com 2 a 1 para o Internacional, as equipes voltam a jogar no dia 13 de abril.

    Todas as partidas acontecem às 16 horas (horário de Brasília).

    Ituano x Santos

    Grande zebra do campeonato, o Ituano conseguiu fazer uma bela campanha no Paulistão. Antes de chegar a final eliminou o Palmeiras e tenta surpreender o Santos, neste domingo, no Pacaembu.  Por sua vez, o Santos tenta  consolidar uma nova geração de ‘Meninos da Vila’.



    Vasco x Flamengo

    Um dos clássicos mais tradicionais do futebol carioca decide o título estadual de 2014. O Vasco recém-rebaixado no Campeonato Brasileiro tem chance de conquistar o primeir título do ano. Já o Fla

    Saiba mais »de Hora de decisão pelo Brasil! Finais dos estaduais mexem com as emoções dos torcedores
  • A temporada 2014 marca uma das maiores mudanças nos carros da Fórmula 1

    Williams aposta no branco para brilhar nesta temporada. (GettyImages)


    A Fórmula 1 vai começar a temporada de 2014 com muitas mudanças. Carros amplamente modificados, um sistema de energia acoplado ao motor e até pontos na ‘carteira’ farão parte da vida dos pilotos no ano que se inicia na Austrália neste final de semana.

    Começaremos pela parte estrutural. Os motores da Fórmula 1 sofreram uma drástica mudança. Os propulsores V8 de 2.4 litros disseram adeus para a categoria na última temporada. Agora, os carros da categoria terão força V6 de 1.6 litro, que renderão aproximadamente 600 cavalos para os bólidos. O Energy Recovery System compensará com mais 160 cavalos. Com isto, os carros não perderam potência. No entanto, esta é a segunda vez que citamos o tão falado ERS. Vamos explicar como funcionará.

    O princípio é o mesmo do KERS, mas FIA estava em busca de motores mais ecologicamente corretos e que causasse uma redução nos gastos das equipes e a Fórmula 1 adotou uma unidade de força. Ao invés do conhecido KERS (Sistema de recuperação de energia, em

    Saiba mais »de A temporada 2014 marca uma das maiores mudanças nos carros da Fórmula 1
  • Aos 26 anos, Vettel faz história e vira o mais jovem tetracampeão da Fórmula 1

    Sebastian Vettel domina mais uma vez o a Fórmula 1

    A temporada da Fórmula 1 tem um campeão. E mesmo sendo o mesmo vencedor dos últimos três anos, presenciamos um momento histórico. Sebastian Vettel é o mais jovem tetracampeão da categoria. E alcança esta marca, quebra os recordes e conquista tudo o que vê pela frente com a maestria do gênio que é. Restando três provas para o término da temporada 2013, o alemão é mais uma vez o dono do troféu, juntamente com a Red Bull, que é a melhor equipe deste ano.

    O alemão ousou na estratégia na prova deste domingo e fez sua primeira parada para troca de pneus já na segunda volta, mas manteve ritmo forte e foi abrindo caminho até a vitória, seguido pelo alemão Nico Rosberg e o francês Romain Grosjean. O brasileiro Felipe Massa acabou em quarto. Já o espanhol Fernando Alonso, que poderia evitar o título do piloto da Red Bull, foi apenas o 11º.

    A temporada 2013 não teve muito problemas para o alemão. Um começo disputado na Austrália, corrida a qual Vettel largou na pole, mas uma estratégia ousada de

    Saiba mais »de Aos 26 anos, Vettel faz história e vira o mais jovem tetracampeão da Fórmula 1
  • Título em Nova York coroa ano da redenção de Rafael Nadal

    Direto de Nova York para o Yahoo Esporte Interativo

    Da eliminação em Wimbledon para a glória de conquistar dois Grand Slams em um ano. Em Nova York, Rafael Nadal mostrou que irá atrás do recorde de 17 conquistas de Roger Federer. O espanhol venceu Nova Djokovic, nesta segunda-feira (9), por 3 sets a 1 (6/2; 3/6; 6/4 e 6/1), conquistou o US Open e está somente quatro taças atrás do suíço.



    A lesão nos joelhos em 2012 colocou em dúvida o retorno de Rafael Nadal para as quadras. No início de 2013, o declínio na participação no Australian Open deixou a todos ligados em um possível afastamento por mais tempo. Não foi o que aconteceu. Em Viña del Mar (Chile), o espanhol ficou com o vice-campeonato, mas na semana seguinte levou a primeira taça do retorno no Brasil Open, em São Paulo. Depois, Barcelona, Madrid, Roland Garros (Paris), Masters 1000 do Canadá e outros três títulos para o ‘Touro Miúra’, como é conhecido entre os fãs de tênis.

    Na grande final, Nadal foi arrasador e deu poucas chances

    Saiba mais »de Título em Nova York coroa ano da redenção de Rafael Nadal
  • Serena Williams, a rainha de Nova York

    Serena Williams bate Azarenka e conquista US Open pela 5ª vez na carreira. Foto: Getty Images

    *Direto de Nova York para o Yahoo Esporte Interativo

    É uma cena repetida. Ela entra em quadra, não dá nenhuma chance para adversária e no fim do dia, o troféu está em suas mãos. Com uma vitória diante de Victoria Azarenka, Serena Williams conquistou pela quinta vez o US Open (1999, 2002, 2008, 2012 e 2013). Desde 2011, quando voltou a dominar o circuito, a americana parece imbátivel e nas quadras de Flushing Meadows provou isto. Com uma campanha irretocável, com as adversárias não vendo a bolinha amarela passar, ela buscou durante todo o tempo o título e vibrou demais.

    Serena começou a brilhar cedo ao lado da irmã, Venus. Fez sua estreia no circuito profissional com 14 anos. Em 1998, o real lançamento no mundo do tênis, mas era a mais velha da família Williams que chamava a atenção pelas conquistas e vitórias. Porém, na virada do século, as irmãs mais vitoriosas da história do tênis também mudaram suas posições. A mais nova resolveu conquistar o mundo de 1999 a 2003. Título e mais Saiba mais »de Serena Williams, a rainha de Nova York
  • Novak Djokovic versus Rafael Nadal: Capítulo 37, segunda edição americana

    Foto: Getty Images
    Direto de Nova York para o Yahoo Esporte Interativo

    O número 1 e 2 do mundo vão se enfrentar em Nova York. Vindo de semifinais distintas, Novak Djokovic e Rafael Nadal farão a esperada decisão do US Open 2013. O sérvio venceu uma partida épica contra Stanislas Wawrinka em cinco sets, enquanto o espanhol não teve trabalho algum com Richard Gasquet. Este será o quarto encontro de ambos na temporada. Nadal venceu em Roland Garros e no Masters 1000 do Canadá, enquanto Nole saiu vencedor em Mônaco.

    O confronto registra 21 vitórias para o espanhol e 15 para o sérvio. Nunca na história do tênis dois atletas se enfrentaram tanto como esta dupla e a partida desta segunda-feira (9) promete ser ainda mais especial. O primeiro ponto é a situação. Após sete meses afastados das quadras em 2012, Nadal voltou com tudo nesta temporada. Conquistou 9 títulos, 11 finais em 12 torneios disputados. E como não defendeu os pontos conquistados no ranking de 2011, vem forte na luta para conquistar a primeira Saiba mais »de Novak Djokovic versus Rafael Nadal: Capítulo 37, segunda edição americana
  • Djokovic: ‘Sempre alcanço meu melhor tênis nos Grand Slams’

    Foto: AP
    Direto de Nova York para o Yahoo Esporte Interativo

    Novak Djokovic, 26 anos, está de bem com a vida. Número 1 do ranking da ATP, pela 14ª vez de forma consecutiva na semifinal de um Grand Slam e jogando um tênis de alto nível. O sérvio quer o bicampeonato do US Open e tem a noção exata do que necessita fazer para alcançar este objetivo.

    Antes da entrevista, Djokovic treinou por mais de duas horas com o parceiro Radek Stepanek (duplista que venceu os irmãos Bryan). Em uma das jogadas o tenista da República Tcheca acertou uma linda paralela. Logo depois ele jogou a raquete para o alto e pediu aplausos aos funcionários do torneio pela bela passada. Nole - apelido do sérvio - aproveitou o tempo para afiar ainda mais o saque e mostrar que a esperada final entre ele e Rafael Nadal está muito próxima de acontecer.

    A única situação que incomoda um pouco Djokovic é a derrota no terceiro set, na vitória por 3 a 1 diante de Mikhail Youzhny (Rússia). Ter jogado por mais 30 minutos é um desgaste

    Saiba mais »de Djokovic: ‘Sempre alcanço meu melhor tênis nos Grand Slams’
  • O que esperar das semifinais masculinas do US Open?



    Direto de Nova York para o Yahoo Esporte Interativo

    Rafael Nadal encarando Richard Gasquet e Novak Djokovic disputando uma vaga na final diante de Stanislas Wawrinka. Estas são as semifinais do US Open 2013. Porém, o que podemos esperar destes confrontos? O espanhol e o sérvio estão voando em quadra, mas o francês superou David Ferrer e o suíço não deu chances para o atual campeão Andy Murray.

    As partidas serão disputadas no sábado (7), já que a decisão acontece na segunda-feira (9). Nadal está invicto em quadra dura neste ano, Djokovic não teve trabalho algum quando pisou no Arthur Ashe Stadium. Gasquet acabou com o sonho de David Ferrer, de alcançar uma decisão de Grand Slam. Enquanto, Wawrinka não tomou conhecimento do campeão de 2012. Então, com base nas estatísticas dos jogos até a semifinal, uma análise de cada um dos jogos.



    (1) Novak Djokovic (SER) x (9) Stanislas Wawrinka (SUI)


    O sérvio e número 1 do ranking da ATP é extremo favorito para esta partida. No comparativo entre os dois

    Saiba mais »de O que esperar das semifinais masculinas do US Open?
  • [Opinião] O maior desafio da carreira de Bruno Soares

    Bruno Soares e Alexander Peya: parceria de sucesso. (Foto: Getty Images)De Nova York para o Yahoo! Esporte Interativo

    Bruno Soares é de longe o melhor tenista em atividade do Brasil. Na carreira como jogador de simples não obteve sucesso alcançando apenas a 224ª posição no ranking da ATP. Porém, o mineiro encontrou seu jogo nas duplas e principalmente, em julho de 2012, quando uniu forças com o austríaco Alexander Peya e cada vez mais consegue resultados melhores. O mineiro é o atual campeão de duplas mistas no US Open, quando ao lado de Ekaterina Makarova conquistou o troféu.

    2013 rendeu cinco títulos para Soares (ao lado de Peya). Porém, o maior desafio está a ‘apenas’ dois passos. Nesta terça-feira (3), a dupla conquistou uma vaga na semifinal do US Open. E ainda com direito um possível confronto brasileiro na semi. Já que Marcelo Melo (ao lado de Ivan Dodig) jogará para também avançar de fase. Mas a maior pedra no sapato do mineiro de 32 anos é a melhor dupla do mundo: os irmãos Bryan.

    Considerados os dois jogadores mais completos de duplas, Mike e Bob

    Saiba mais »de [Opinião] O maior desafio da carreira de Bruno Soares
  • [Opinião] Roger Federer ainda será forte em 2014






    De Nova York para o Yahoo! Esporte Interativo

    Para grande parte dos apaixonados por tênis, Roger Federer (atual número 7 no ranking da ATP) é o maior tenista de todos os tempos. Porém, até as lendas do esporte precisam passar por inúmeras provas durante a carreira e o suíço vive a maior delas. Após a precoce derrota em Wimbledon, Federer optou pela troca da raquete em busca de mais profundidade nas bolas, mas para o US Open retornou ao equipamento antigo.

    O motivo: não estar fisicamente no nível de Rafael Nadal, Novak Djokovic e Andy Murray. O suíço sabe que o tempo é implacável e busca alternativas para o estilo de jogo. O esperado confronto contra Rafael Nadal nas quartas de final não veio.

    A derrota para Tommy Robredo nas oitavas de final do US Open custará algumas posições no ranking e muitas dúvidas surgirão: será que Federer vai se aposentar em breve? Porém, Roger pode começar a pensar em 2014.

    Ajustando o estilo de jogo para um lado mais decisivo, Federer deve voltar a incomodar

    Saiba mais »de [Opinião] Roger Federer ainda será forte em 2014

Paginação

(279 artigos)

Autores de blog / Perfis